Cinco + cenas aflitivas do cinema

blackswan

5.BASTARDOS INGLÓRIOS (2009) 

Filme do Tarantino não tem como, TEM que ter cenas cheia de sangue e violência. Aposto que quando a maioria ler “Bastardos Inglórios” como o 5° lugar da minha lista, vai imaginar que eu estou falando das cenas em que os Bastardos arrancam os escalpos dos nazistas que eles matam.

 

Bom, também. Mas, para mim, a cena em que Aldo Raine (Brad Pitt, mesmo velho, rabugento e com cicatriz no pescoço cai ni mim) enfia o dedo dentro do buraco de tiro na perna da atriz Bridget Von Hammersmark (Diane Kruger) é pior do que ver o couro cabeludo de qualquer nazista ser arrancado. Parece que a gente sente a dor dela. Tenso!! (atenção aos primeiros segundos do vídeo)

 

4.CISNE NEGRO (2011) 

Cisne Negro é outro filme que tem mil coisas pra deixar a gente arrepiado. O processo todo de transformação da Nina Sayers (Natalie Portman) em cisne é simplesmente bizarro. Como a cena em que ela descalça as sapatilhas e seus dedos estão colados, quando ela arranca uma pena negra das suas costas ou quando seu joelho dobra para trás.

Mas, para mim, existem duas cenas que são simplesmente… ARGH! A primeira e, acho que a mais lembrada, é a cena em que ela arranca uma “pelinha” do dedo (como qualquer pessoa normal faz, isso que é o mais tenso, já que podia ser com a gente), mas puxa mais do que deveria, puxando pelo dedo inteiro. E a segunda, ocorre quando ela está treinando ponta (sim, aquele famoso passo de balé) e a unha de seu dedão do pé simplesmente racha ao meio. AI QUE ARREPIO!

3. QUEM VAI FICAR COM MARY? (1998) 

Apesar da cena do “topete com gel especial” da Cameron Diaz ser a mais famosa desse filme, a cena que incita a separação dos dois personagens principais no início do filme, simplesmente dá calafrios. Ted (Bem Stiller) vai ao baile com a garota que sempre quis, Mary (Diaz). No entanto, tal coisa não acontece já que ele sofre um acidente no banheiro da moça ao prender seu genital no zíper da calça. Incidente o qual o diretor fez questão de dar um close. Se eu, que sou mulher quase morri só de ver, imagino um homem. A dor deve ser absurda. (preparem-se para o minuto 4:01 do vídeo)

 

2. LOUCA OBSESSÃO (1991) 

Dica: se uma pessoa quer fugir de você, quebrar os dois pés dela a marretadas para não fugir, não fará com que ela mude de ideia, querida. De qualquer forma, foi isso que Annie Wilkes (Kathy Bates numa puta de uma atuação) fez com o autor da sua série de livros preferida. O escritor estava obrigado a ficar na casa de Annie até que ele decidisse NÃO matar mais a personagem preferida de Annie no próximo livro. Ao tentar fugir da maluca, ela decide quebrar os dois pés dele, e apesar da cena não mostrar sangue nem nada, só de imaginar e escutar os ossos do escritor quebrarem, você já treme e agarra o próprio pé.

 

1. 127 HORAS (2011)

Tá, a cena número 1 é meio óbvia, mas não importa. É muito aflitiva sim. Eu sou uma pessoa que costuma aguentar esse tipo de cena, mas assistir Aron Ralston (James Franco, pai dos meus filhos) cortar o próprio braço fora foi impossível de assistir. Eu me escondi atrás de uma amiga no cinema e só saí de lá quando ele saiu do buraco e foi resgatado.  A cena toda é muito intensa!! Ver os tendões sendo rompidos, o osso sendo serrado… Ai, só de escrever esse parágrafo já estou mexendo os braços de aflição. Além disso, ver um braço ser arrancado já é pesado, se for o do James Franco então… dá MUITA dó!

Comments
3 Responses to “Cinco + cenas aflitivas do cinema”
  1. Bianca Matteucci disse:

    CARACAS, MORRI!

  2. 127 horas ganha pra eternidade! TENSO

  3. Izabela disse:

    to toda arrepiada… morri mil vezes aqui só de imaginar a dor!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: